A ortografia do Hunsriqueano Riograndense segundo Boll, terceira parte – Die Ortografie fom Riograndenser Hunsrickisch noh Boll, dritter Deel

Standard

As vogais do hunsriqueano riograndense – Die Vokale fom Riograndenser Hunsrickisch

A pronúncia das vogais provavelmente é o ponto que mais varia entre os diferentes “subdialetos” do hunsriqueano riograndense. A quantidade de vogais distintas na fala varia de um máximo de 15 a um mínimo de 11.

Número máximo de vogais distintas:

Vogais do HR

Número mínimo de vogais distintas:

Vogais do HR (mínimo)

A minha ortografia foi organizada de forma a distinguir o número máximo de vogais encontradas.

A ortografia das vogais – Die Ortografie fon de Vokale

/a/ : 1. Escrita <a> ou <ar> (quando etimologicamente válido). Exemplos: Katz, Bang, kalt, ab, nass.
2. A sequência <er> átona também é pronunciada como esta vogal. Exemplos: Mutter, puer, Schmetterling, Kefert

/aː/: Escrita <a> ou <ah>. É um som raro. Exemplos: Cha, ja, normal, Janua

/ə/: O famoso schwa. Escrita <e>, ocorre apenas em sílabas átonas. Exemplos: de, Zimmet, laafe
Quando seguido pelas consoantes /l, m, n/, tende a ser assimilado por elas, produzindo consoantes silábicas /l̩, m̩, n̩/. Exemplos: Bännel, aarem, achtzen 

/e/: 1. Escrita <e>. Exemplos: messe, jetz, Deck, fest
2. Escrito <ë> em sílabas átonas para diferenciar do schwa. Exemplos: Ëlëfant, ëlektrisch, Nennë, Mëlon

/ɛ/: 1. Escrita <ä>. Exemplos: Sänger (agora Senger), färrve (agora ferrve), Fätter (agora Fetter). [Numa nova “reforma” que fiz na ortografia, essa vogal se manteve escrita como <ä> quase unicamente em algumas conjugações verbais, como “häd”, passado de “hon”. Em outras situações de ocorrência, quase todas poderiam ser trocadas por E e manter a pronúncia aberta seguindo as duas representações abaixo].
2. A sequência <er> tônica antes de outra consoante também é pronunciada como esta vogal, sendo o <r> mudo. Exemplos: Perl, Nerrev, Stern, ferrve [outrora färrve].
3. Antes de uma consoante nasal, a vogal /e/ transforma-se em /ɛ/. Exemplos: kenne, Hemm, Hengst, Senger [outrora Sänger].

/eː/: Escrita <e>, <eh> ou <ee>. Exemplos: scheen, heve, gehn, nee, meh 

/ɛː/: Escrita <ä>, <äh>, <är>, <ää> ou <äär>. Exemplos: där, fähich, wääräärmer

/o/: Escrita <o>. Exemplos: Kopp, oft, kotze, Poste

/ɔ/: 1. Corresponde à pronúncia da sequênca <or> tônica antes de outra consoante. Exemplos: korz, fort, Schnorres, Schornster
2. Antes de uma consoante nasal, a vogal /o/ transformar-se em /ɔ/. Exemplos: Sonn, komme, Onkel

/oː/: Escrita <o>, <oh> ou <oo>. Exemplos: Ool, Ove, rod, roh, Soon

/ɔː/: Escrita <aa> ou <aar>. Corresponde à pronúncia do que seria o A longo nativo do hunsriqueano riograndense. Exemplos: Aarvet, Staab, Glaas, Baam

/i/: Escrita <i>. Exemplos: Zimmer, ich, Millich, Schlissel

/iː/: Escrita <i>, <ih>, <ie> ou <ieh>. Exemplos: fiel, Bier, Maschin, bliehe, sihn

/u/: Escrita <u>. Exemplos: Fuchs, dumm, Hund, uff

/uː/: Escrita <u>, <uh> ou <uu>. Exemplos: gud, SchuhUher, huuste, Ruh 

O motivo para a ortografia das vogais longas – De Grund fa die Ortografie fon de lange Vokale

As vogais longas podem ser representadas de três maneiras, como visto:

1. De forma simples quando em sílabas abertas ou antes de consoantes simples
2. Duplicadas
3. Seguidas de H

Sempre que possível, a ortografia tenta ser mantida similar à da versão em alemão padrão, com vogais simples escritas como simples, vogais duplicadas escritas duplicadas e vogais seguidas de H escritas seguidas de H.
Exemplos: fehle, frih, Kohl, KuhOol, Schnee, spiele, lese, Blud
(Compare alemão fehlen, früh, Kohl, KuhAal, Schnee, spielen, lesen, Blut)

A ortografia é alterada de acordo com as seguintes situações:

1. A pronúncia nativa da vogal A longa como /ɔː/ é escrita sempre duplicada como <aa>. As versões simples <a> e com H <ah> são restritas aos poucos casos da ocorrência de /aː/.
Exemplos: aarem, Zaan, Fraaaach, Schaad, laafe, kaafe, Gaarte
(Compare alemão arm, Zahn, Frau, Schade, laufen, kaufen, Garten)

2. As vogais /øː/ e /yː/, escritas em alemão como <ö> e <ü>, não existem em hunsriqueano riograndense, correspondendo neste a /eː/ e /iː/ respectivamente. Quando grafadas de forma simples em alemão, são grafadas duplicadas em hunsriqueano riograndense como <ee> e <ie> respectivamente. Quando grafadas seguidas de H em alemão, são grafadas como <eh> e <ih> em hunsriqueano riograndense, respectivamente.
Exemplos: Heh, scheen, Keenich, frih, Sies, spiele
(Compare alemão Höh, schön, König, früh, Süß, spülen

3. As terminações verbais do alemão <-ieren>, <-ühren>, <-eren> e <-ehren> no infinitivo são em sua maioria pronunciadas da mesma maneira em hunsriqueano riograndense, usando um E longo, e são escritas todas como <-eere>, não importando a grafia em alemão. O propósito é evitar irregularidades da raiz na conjugação. (O que será melhor entendido na apresentação dos verbos e suas conjugações futuramente).

4. Os casos em que o alemão padrão possui o ditongo /aɪ̯/ grafado como <ei> e o hunsriqueano riograndense possui um cognato com a vogal longa /eː/, esta é sempre grafada como <ee>.
Exemplos: Deel, wees, keen, kleen, Rees, alleen, Leed
(Compare alemão Teil, weiß, kein, klein, Reise, allein, Leid)
Exceção: O artigo indefinido é grafado com apenas um E: en, ene, enes, ener… (alemão ein, eine, eines, einer…). O motivo é o fato de este muitas vezes ter a vogal reduzida a um schwa, por ser geralmente uma sílaba átona.
Observação: O numeral 1, no entanto, é grafado com <ee>: een, eene, eenes, eener. Há uma variação bastante comum em que o E é curto, sendo então grafado com um E, mas dois Ns: enn, enne, ennes, enner… As duas formas variam livremente e costumam ser usadas juntas por um mesmo falante.

5. Palavras em que o arquifonema /ɣ/ ocorre como /g~k/ em alemão, mas desapareceu em hunsriqueano riograndense, mantém-se na grafia como um <h> alongador de vogal. A exceção são palavras contendo a vogal /ɔː/, já que a grafia única definida para esta é <aa>, e ditongos.
Exemplos: Rehn, Fohl, frohe, Bohe, liehe, wiehe, saan, draan, steie
(Compare alemão Regen, Vogel, fragen, Bogen, lügen, wiegen, sagen, tragen, steigen)
Exceção: krien (alemão kriegen)

6. Palavras cuja grafia no alemão padrão sugerem a princípio uma vogal curta, mas que na verdade é pronunciada longa, têm a vogal duplicada na escrita em hunsriqueano riograndense para não haver confusão.
Exemplos: Oobst, huuste, Oostre
(Compare alemão Obst, husten, Ostern)

A ortografia dos ditongos – Die Ortografie fon de Diftonge

/aɪ̯/: Escrito <ei> ou, em alguns casos, <ai>. Exemplos: gleich, Eis, bei, Kaiser, Mai 

/ɔɪ̯/: Escrito <eu>. Exemplos: weuch, zweu, Meuend, deuch

/aʊ̯/: Escrito <au>. Exemplos: blauAu, sauver, Daub, haue

/uɪ̯/: Escrito <ui>. Raro. Exemplo: fui!

/oɪ̯/: Escrito <oi>. Raro. Exemplos: oi, moie

/ɛɪ̯/: 1. Escrito <äi> nas palavras Bäich, Käich, Zwäich. Não é encontrado desta forma em todas as variedades, visto que muitos falantes usam as formas Berrich, Kerrich e Zwerrich das mesmas palavras.
2. As sequências <äer> e <er> são por muitos falantes pronunciada como [ˈɛɪ̯a]. Exemplos: er, BäerÄerd, Schäer 

/eɪ̯/: A sequência <ehe> é por muitos falantes pronunciada [ˈeɪ̯ə], e as sequências <eer> e <eher> pronunciadas [ˈeɪ̯a]. Exemplos: nehe, lehe, Beer, Leher, Deer, complikeerd

/oʊ̯/: A sequência <ohe> é por muitos falantes pronunciada [ˈoʊ̯ə], e as sequências <oer> e <oher> pronunciadas [ˈoʊ̯a]. Exemplos: frohe, Bohe, Roher, woher, geboer, Hoer 

/ɔʊ̯/: A preposição e partícula for é por alguns falantes pronunciada [ˈɔʊ̯a]. Exemplos: for, Fordach, forgester. Todos os casos de <or> antes de consoante que não fazem parte da partícula for são pronunciados /ɔ/, como esclarecido acima.

Advertisements

One thought on “A ortografia do Hunsriqueano Riograndense segundo Boll, terceira parte – Die Ortografie fom Riograndenser Hunsrickisch noh Boll, dritter Deel

  1. Pingback: A ortografia do Hunsriqueano Riograndense segundo Boll, quinta parte – Die Ortografie fom Riograndenser Hunsrickisch noh Boll, finnefter Deel | Riograndenser Hunsrickisch

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s